EnglishPortugueseSpanish

O Modelo da Programação Neurolinguística – PNL

054050
Muitos associam a PNL com Richard Bandler e John Grinder, dois impetuosos jovens da Califórnia que desenvolveram as bases da PNL. E todos esses anos, continuam a desenvolvê-la, com a entrada de muitos pesquisadores e hábeis clínicos.

Muitos associam a PNL com Richard Bandler e John Grinder, dois impetuosos jovens da Califórnia que desenvolveram as bases da PNL. E todos esses anos, continuam a desenvolvê-la, com a entrada de muitos pesquisadores e hábeis clínicos.

O modelo da PNL nos permite estudar a transformação espontânea em muitos campos diferentes, com um conhecimento profundamente expandido de como fazer perguntas e no que prestar atenção. Estudar as pessoas que espontaneamente superaram a dor do luto, por exemplo, nos permitiu desenvolver o processo da Resolução da perda numa única sessão.

Uma das características mais distintas que descobrimos entre as pessoas presas na dor do luto, era que elas viam a pessoa perdida numa visão dissociada. Em contaste, aquelas que tinham superado a perda, imaginavam positivamente a pessoa perdida “como se ela ainda estivesse entre elas.” O mesmo tipo de enfoque resultou num método para tratar a culpa e a vergonha, para mudar a importância de valores muito importantes, para resolver o trauma, e uma estratégia para responder à crítica. Nós consideramos que o método da linha do tempo pessoal apresentado acima, é o mais importante de todas as nossas descobertas.

O modelo PNL tem sido usado para gerar outras descobertas: a sessão única para cura da fobia, a cura da alergia, o processo para transformar rapidamente as antigas experiências “imprint” e maneiras para se tornar motivado positivamente e para tomar decisões efetivas – a até mesmo uma boa estratégia de soletração.

Um tema subjacente em todos esses processos é o reconhecimento de que as pessoas não tem somente problemas: elas criam e mantém os problemas pela maneira que criam os seus mundos internos. A PNL oferece um modelo brando e específico para auxiliar o cliente a transformar a forma que ele vê, ouve e sente o mundo para que isso torne a sua vida mais satisfatória. A PNL é muito mais do que um conjunto de técnicas, é um enfoque compreensivo de mudança que enfatiza o seguinte:

1. Identificar com clareza a estrutura das limitações do cliente. Isso envolve fazer perguntas específicas e utilizar tanto as respostas verbais como as não verbais para reunir informações precisas sobre o estado atual.

2. Determinar a estrutura da solução. Saber encontrar contra exemplos do problema torna mais fácil o trabalho do terapeuta. Isso pode ser encontrado nas experiências passadas do cliente, ou em alguém que não tenha a limitação. Esses contra exemplos fornecem a chave para a resolução.

3. Conferir cuidadosamente a ecologia da mudança. As vezes a mudança que poderia ser benéfica num aspecto isolado da vida de alguém pode ter um efeito desastroso em outras áreas. O perfeccionismo pode desgraçar um relacionamento, porém pode ser a base para manter um trabalho como inspetor. Adaptar a solução para que ela se torne inteiramente ecológica elimina a maioria das resistências.

4. Ser flexível e habilidoso numa quantidade de métodos possíveis para atingir as metas dos clientes. Certos métodos poderão ser mais adequados para alguns clientes e ter alguns impedimentos do que outros.

5. Teste para ver se as mudanças desejadas ocorreram ou se é necessário mais algum trabalho. Quando treinamos terapeutas para utilizar os métodos da PNL, incluímos o treinamento numa quantidade de formas para descobrir se a mudança realmente ocorreu.

Os testes mais importantes envolvem as pistas não verbais, pistas inconscientes que não podem ser fingidas. Mesmo se uma mudança ocorreu, mais trabalho pode ser necessário a fim de atingir a meta. Maneiras para identificar facilmente o que permanece para ser feito torna mais fácil a vida do terapeuta.

Em resumo, a PNL fornece uma metodologia rica e precisa para ajudar as pessoas a desenvolverem as suas próprias soluções. Como escreveu Wilson van Dusen, psicólogo no Hospital Estadual de Mendocino: “Que satisfação foi descobrir que isso é muito mais fácil e simples do que eu jamais havia sonhado possível.”

Precisa ressignificar algo em sua vida como: perdas (lutos), situações desagradáveis, fobias, afins, contate-nos ou inscreva-se em nossa próxima turma de Formação em PNL com Certificação Internacional e amplie sua visão, ressignificando toda sua história.

Gostou desse artigo, deixe seu comentário aqui abaixo.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest