Hipnose

O que é hipnose?

O termo Hipnose vem do grego “Hipnos” – Deus grego do Sono. Na história da hipnose, quando o James Braid batizou o termo “Hipnose”, o conhecimento que se tinha na época é que era uma espécie de sono que podia ser induzido. Hoje se sabe que a hipnose não se trata de sono e sim de um estado alterado de consciência.

Hipnose é quando você está tão focado naquilo que acontece que não consegue notar, ouvir ou perceber outra coisa.
O estado alterado de consciência, gerado pela hipnose é conhecido também como transe hipnótico, ou simplesmente transe. É algo tão normal que o termo “transe” está em nosso vocabulário cotidiano e em nossas conversas. Eventualmente ouvimos frases do tipo: “essa música me deixa em transe” ou “fiquei hipnotizado por aquela garota…”.

A hipnose refere-se a um estado alterado de consciência, que se atinge geralmente através da combinação da imaginação e da concentração da atenção e do desejo de envolvimento, disponibilizando-nos para imaginar determinadas situações e reagir-lhes emocionalmente, mesmo sabendo que não são reais (tal como nos emocionamos com um filme, representado num ecrã, se nos deixarmos envolver na sua história).

É um fenômeno natural, mas pode ser procurado, induzido, deixando-nos de fato susceptíveis à sugestão do hipnoterapeuta, se tivermos essa disponibilidade.

Em hipnoterapia este estado é induzido com uma finalidade terapêutica, de especial utilidade em modificações comportamentais desejadas, como deixar de fumar, para o controle de peso, para gestão emocional e controle da ansiedade, como no caso das fobias e pânico, em situações físicas de mal-estar e doença e controle de sintomas como a dor crônica ou ainda numa perspectiva de desenvolvimento pessoal e de fortalecimento do ego e autoconfiança.

Em ambiente de consultório, num contexto de confiança e confidencialidade, o transe hipnótico é induzido pelo terapeuta, levando a pessoa a uma concentração profunda no que está a ser dito, tornando-a assim receptiva às sugestões, desejadas e previamente acordadas em função do objetivo pretendido, sem no entanto perder o controle da situação.

Isto pode ser feito com recurso a um conjunto de técnicas disponíveis, que incluem por exemplo a regressão de memória -recordação/revivência de experiências passadas – e a dissociação – que favorece a utilização do consciente enquanto observador objetivo da mente subconsciente.

Sendo assim, a hipnose é um conjunto de técnicas que permite com que entremos nesse estado de transe. Mas nem sempre entramos em transe através da hipnose, pois como foi possível perceber, no nosso dia-a-dia, entramos em transe constantemente: quando estamos completamente apaixonados por alguém, altamente concentrado em uma música, ou até mesmo quando estamos dirigindo concentrado em um pensamento que nem percebemos como chegamos no nosso destino e qual caminho pegamos.

Muitas pessoas tem medo de realizar hipnose e entrar nesse transe hipnótico porque acreditam que o hipnoterapeuta vai “entrar na mente” dela e ler seus pensamentos, ou vai ser “dona” dela e ela será sua escrava, ou até mesmo que poderá entrar em transe e nunca mais acordar.

Tudo isso faz parte de um conjunto de mitos sobre a hipnose. Nada disso ocorre. O estado de transe é um estado natural, que ocorre todos os dias conosco, e que através das técnicas de hipnose é possível utilizar esse estado para várias mudanças positivas. É algo que não precisa nem se deve temer. Mas sim, apreciar, praticar e curtir sempre que possível.

Para que serve?

O hipnoterapeuta procura compreender cuidadosamente a individualidade do paciente para determinar que experiências, habilidades mentais e aprendizagens vividas estão disponíveis para lidar com o problema. O terapeuta então facilita uma abordagem, para que as respostas internas, pessoais e únicas sejam alcançadas pela experiência de transe na qual o paciente encontre a mudança e as soluções para os seus problemas.

Com a hipnose pode-se tratar várias doenças emocionais:

Benefícios  da hipnose

A grande vantagem da hipnose como ferramenta terapêutica, em alguns casos como fobias, ataques de pânico, abandono de vícios, e outras, em relação à outras técnicas terapêuticas é que a hipnose tem conseguido a solução num número de sessões muito menor do que terapias tradicionais.

O período de duração dos tratamentos varia de acordo com os casos e com as características de cada indivíduo. Os progressos geralmente são vistos logo nas primeiras sessões. Em geral, um hipnoterapeuta normalmente termina o seu tratamento em menos de dez sessões.

Hipnose de  regressão
É um processo induzido ou não que permite relembrar, compreender e integrar experiências marcantes vividas pela pessoa. Através de diferentes técnicas pode-se acessar fatos ocorridos durante a vida adulta, a adolescência, a infância, o nascimento, a vida intrauterina e, até mesmo experiências ocorridas em outras vivências que ainda afetam o dia a dia. A regressão pode ser realizada para investigar traumas, medos repressões, culpas e eventos mal resolvidos no passado que fazem com que você sinta-se reprimido e limitado na sua vida atual.

Conceitos básicos:

O que é a Regressão de Vidas Passadas? É a crença de que a alma sobrevive à morte para renascer em um novo corpo com oportunidade renovada de aprender as lições da vida. Você pode voltar como um homem ou uma mulher, camponês, rei ou talvez até mesmo alguém bem conhecido, embora a regressão como uma pessoa famosa é rara. Esse tipo de experiência frequentemente vai estar associado a alguns outros conceitos, a saber:

Transmigração

a crença de que a alma pode decidir voltar em planta, animal ou forma mineral

Carma

um termo usado frequentemente no trabalho de RVP que descreve a Lei de Causa e Efeito

Livre-Escolha

a habilidade para escolher o seu próprio caminho de existência

Deja-vu

o sentimento que você teve uma experiência ou visitou um lugar antes.

Hipnose de  emagrecimento

Constantemente, vemos na mídia notícias de celebridades que recorrem à hipnose como uma ferramenta para reduzir ansiedade, vencer medos e fobias, parar de fumar, etc. A Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, recorreu à Hipnose durante a gravidez para aliviar os enjoos e no parto, para reduzir a dor; Britney Spears e Lily Allen recorreram para parar de fumar; Chris Martin, vocalista do Coldplay, fez sessões de hipnose para reduzir o estresse e Adele, para vencer o medo de cantar no Oscar. A novidade é que Hipnoterapeutas estão usando essa técnica como um poderoso recurso no Processo de Emagrecimento e os resultados, são surpreendentes.

Para explicarmos sobre o funcionamento da hipnose, na Terapia para Emagrecimento, iremos exemplificar por meio do trabalho que desenvolvemos com os nossos pacientes. As pessoas que lutam para emagrecer e não conseguem, têm uma programação mental que sabota seus esforços. Frequentemente, possuem pensamentos tais como: sei que não deveria comer isto, mas é tão bom que não conseguirei resistir; se eu comer isto só desta vez não vai ter problema; tive um dia tão difícil e mereço comer o quiser; não consigo resistir a esta comida; estou chateado, por isso tenho que comer; já que comi o que não devia, vou continuar comendo até o fim do dia; porque tenho que me privar do prazer de comer? É muito difícil fazer dieta; sou um fracasso mesmo, etc.

Na Terapia para Emagrecimento, você descobrirá como fazer tudo o que for necessário para alcançar o sucesso em sua dieta, mudando a maneira como você pensa. Aprenderá a diferenciar a fome emocional da física, modificará sua maneira de pensar sobre alimentação, mudará seus pensamentos e crenças auto derrotistas e sabotadoras, conseguirá sustentar novos hábitos alimentares, aperfeiçoará competências como disciplina, planejamento, dedicação, dentre outras.

O processo da hipnose consiste em colocar o paciente em um estado alterado de consciência, através de um relaxamento físico e mental. Dessa forma, ele fica suscetível às induções hipnóticas, mas não perde o controle das suas ações. A técnica preferida entre os pacientes é a Cirurgia do Balão Intragástrico Hipnótico, na qual durante o transe, é dado sugestões hipnóticas de que eles estão passando pelo procedimento e possuem um balão em seu estômago. Os efeitos são percebidos na própria sessão e se intensificam conforme o paciente faz a auto hipnose ou sessões de reforço. Redução da fome, saciedade com pouca quantidade de alimentos, motivação para se exercitar, escolhas por alimentos saudáveis e redução da ansiedade, são alguns dos benefícios da hipnose.

Fazemos um trabalho de Reeducação alimentar e a Hipnose entra como uma ferramenta importante para diminuir a ansiedade, eliminar compulsões, reduzir consideravelmente a fome emocional e propiciar aversão à alguns vilões da dieta, como chocolate, pizza, bebida alcoólica, etc.

A hipnose tem destaque neste processo de emagrecimento porque potencializa o foco na alimentação saudável e na prática da atividade física e ainda mantém sob controle na fome emocional que temos dos doces.